No último dia 27 de junho ocorreu no Jockey Club Brasileiro, na Gávea, o lançamento do livro “Canal 100 – uma câmera lúdica, explosiva e dramática”. O projeto, patrocinado pela TAESA, conta a história da obra cinematográfica de Carlos Niemeyer, aquele que, a partir de 1959, trouxe, de forma inovadora, notícias nacionais e internacionais, em especial sobre o futebol, para as telas do País em forma de cinejornal. São quase 300 páginas e cerca de 600 fotogramas tirados dos filmes, que remetem a um tempo romântico do esporte, muito diferente dos dias atuais

Quem frequentou as salas de cinema cariocas entre o fim da década de 50 e o ano de 1986 sabe que antes dos filmes passava um cinejornal com imagens em câmera lenta do principal jogo da rodada, com direito a closes dos torcedores exibindo as mais variadas expressões de vitória ou derrota. Era o Canal 100 !

IMPRESSÃO DE BOLETOS
INFORME O CÓDIGO DA ONS: